16/11/2017

MannaTeam vence o Desafio Ciência, Tecnologia e Inovação Cidades Inteligentes


MannaTeam - equipe liderada pela Profa. Linnyer Beatrys Ruiz (Diretora de Projetos Especiais da SBMicro) vence o Desafio de Ciência, Tecnologia e Inovação Cidades Inteligentes 2017. Usando tecnologia e criatividade, o sistema desenvolvido obteve o primeiro lugar na competição que durou 60 dias e teve 43 equipes concorrentes. A equipe tem agora seu 3o. registro de patente e já está no perfil das aceleradoras e investimento anjo.
O projeto vencedor é um sistema de crowdsensing, isto é, um sistema onde uma multidão de sensores é utilizada para coletar parâmetros que serão usados para auxiliar na tomada de decisão.  Os dispositivos sensores são a parte do crowdsensing que chamamos de oportunista e os sensores participatórios são as pessoas  que inserem dados, comentários, vídeos e imagens. O SisDengue é um sistema de auxílio ao combate à dengue e que pode ser usado para outras finalidades tais como: combate à zika, chicumgunya, leshimaniose, e outras. Com algumas alterações, o sistema pode ser usado para  problemas comuns tais como queda de árvores e coleta de lixo. 
O SisDengue disponibiliza  um aplicativo  utilizado pelos agentes de saúde nas visitas e pelos supervisores; e um portal online disponível para a população, que está convidada a realizar denúncias anônimas, obter  informações  sobre campanhas e acompanhar dados estatísticos do problema no município.  
O sistema foi projetado com tecnologia QRCode para identificação dos imóveis visitados. Esta solução é simples e pode ser substituída por etiquetas eletrônicas conhecidas como RFID.  O sistema poderá ainda incluir nós sensores equipados com tecnologia de comunicação sem fio a longa distância que permite o desenvolvimento de aplicações de Internet das Coisas (IoT - Internet of Things). O diferencial do sistema consiste em tornar as rotas de visitas  dos agentes mais eficientes isto porque o sistema "aprende" sobre o perfil dos moradores e sugere rotas com maiores chances de sucesso e menores custos.  Além disso, os agentes usam o aplicativo para preenchimento direto dos dados no sistema, eliminado os formulários em papel e promovendo a atualização de dados com maior rapidez.  Mesmo sem  conexão, os dados são coletados e depois encaminhados ao sistema estando disponíveis em menor tempo. O sistema também faz uso dos dados fornecidos pela população no portal para traçar estratégias e atendimento as denúncias. Dados do Ministério da Saúde  indicam que o Paraná é o terceiro estado do país onde menos casas são visitadas por agentes. Além disso, Maringá sempre figura nos últimos anos como uma das cidades do Paraná com maior número de casos de dengue confirmados.

COMPARTILHE:

SOCIEDADE BRASILEIRA DE MICROELETRÔNICA

Av. Prof. Luciano Gualberto, 158 - Trav. 3
Butantã São Paulo, SP
CEP: 05508-900
Brasil
Tel: +55 (11) 3091-5658 / 5270
Fax: +55 (11) 3091-5664
©2017 SBMICRO | Todos os Direitos Reservados